Por que pular o café da manhã é saudável

Seria pular o café da manhã realmente saudável?

Já nos falaram diversas vezes e continuam falando que o “café da manhã é a refeição mais importanto do dia”. Até no filme do Deadpool, o Colossus comenta de nunca pular a refeição mais importante do dia. A nossa grande maioria concordaria com esta declaração, mas esse mito tem sido desfeito já há algum tempo, então por que ainda ficamos confusos a respeito de pular ou não? 30% dos americanos e europeus pulam regularmente esse desjejum tão poderoso, mesmo percentual no Brasil atualmente, e quer saber? Nem é tão ruim quanto imaginavamos. Na verdade, pode até ser muito bom pra você!

Há outro dogma da alimentação saudável, o de comer um pouco de 3 em 3 horas. As pessoas acreditam que manter pequenos intervalos ajudam a evitar picos de açúcar no sangue e evitar o comer em excesso. Tratam-se de mitos nutricionais e nada mais do que isso!

A lavagem cerebral das empresas de cereais matinais em formas de anúncios atrativos e repletos da menor qualidade nutricional possível levaram a essas fábulas tendenciosas. Estudos de baixa qualidade geralmente produzem resultados proclamando que os efeitos para aqueles que pulam o café da manhã seriam de maior probabilidade de super compensar na comida durante o dia e de levar à obesidade. A questão com tais estudos e declarações é clara, são observações e não implicam em causalidade!

Pular o café da manhã não causa ganha de peso

Estudos recentes incluindo um ensaio de alta qualidade controlada no final de 2014 (by Dhurandhar EJ et al.) concluiu que pular o café da manhã não induz a aumento de peso. Isso foi mostrado por comparação entre grupos de participantes os quais num período de 4 meses ou semi-pularam o café da manhã ou comeram pela metade. Com apoio de outros 5 estudos científicos nos 2 anos seguintes, e muitos mais estudos desde então, inclusive trazendo o tão comentado e em voga Jejum Intermitente para o público. Uma pesquisa feita com gêmeos no King’s College de Londres mostrou que há uma diferença clara dos genes no tocante a você ser uma pessoa da manhã ou da noite, e de fato esses ritmos do relógio biológico de cada um é o que vai determinar, por fim, qual o melhor período que temos preferência para comer.

Nem sempre tivemos 3 refeições diárias

Os gregos antigos, romanos, persas e os judeus da antiguidade, todos, acostumavam a fazer somente uma grande refeição por dia (geralmente à noite). A estrutura de 2 refeições foi introduzida pelos ingleses durante o século 16, e se tornou uma norma até o século 19, quando foi alterado para essa estrutura de 3 refeições diárias com o advento da Revolução Industrial, por causa da regularização das horas de trabalho.

O café da manhã é de total escolha sua!

Pular o café da manhã NÃO significa aumento de peso. Está na hora de enterrarmos esse mito a respeito do café da manhã e deixar que nossos corpos decidam por si só se estamos com fome para fazer o desjejum ou não! Na verdade, comer ou não esta primeira refeição do dia não é o mais importante e, sim, o que você come em suas refeições. Você é um praticante de hábitos alimentares saudáveis? No final, é isso o que conta, como nutrimos nosso corpo por dentro, para termos também efeitos por fora. Se você é uma pessoa que sente fome o tempo inteiro, durante o dia inteiro, então talvez esteja na hora de parar e perceber o que você tem ingerido e que provavelmente você não está nutrindo seu corpo da maneira correta. E se você é daqueles que precisam do café da manhã para iniciar o dia, vá em frente! Opte por uma refeição rica em proteínas e gorduras, e de baixo carboidrato. E se você não tem fome, espere até ela bater e aí sacie seu apetite com uma refeição super nutritiva que te deixará satisfeito e não cheio. Obviamente, água é primordial aqui, beber sempre no mínimo 8 copos de água por dia é o ideal, e você pode beber mais que isso! Simples assim! Esse papo de café da manhã abriu meu apetite… vou lá me saciar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *